.

.

Este militante anti-cinzentista adverte que o blogue poderá conter textos ou imagens socialmente chocantes, pelo que a sua execução incomodará algumas mentalidades mais conservadoras ou sensíveis, não pretendendo pactuar com o padronizado, correndo o risco de se tornar de difícil assimilação e aceitação para alguns leitores! Se isso ocorrer, então estará a alcançar os seus objectivos, agitando consciências acomodadas, automatizadas, adormecidas... ou anestesiadas por fórmulas e conceitos preconcebidos. Embora parte dos seus artigos possam "condimenta-se" com alguma "gíria", não confundirá "liberdade com libertinagem de expressão" no principio de que "a nossa liberdade termina onde começa a dos outros".(K.Marx). Apresentará o conteúdo dos seus posts de modo satírico, irónico, sarcástico e por vezes corrosivo, ou profundo e reflexivo, pausadamente, daí o insistente uso de reticências, para que no termo das suas análises, os ciberleitores olhem o mundo de uma maneira um pouco diferente... e tendam a "deixá-lo um bocadinho melhor do que o encontraram" (B.Powell).Na coluna à esquerda, o ciberleitor encontrará uma lista de blogues a consultar, abrangendo distintas correntes político-partidárias ou sociais, o que não significará a conotação ou a "rotulagem" do Cidadão com alguma delas... mas somente o enriquecimento com a sua abertura e análise às diferenciadas ideias e opiniões, porquanto os mesmos abordam temas pertinentes, actuais e válidos para todos nós, dando especial atenção aos "nossos" blogues autóctones. Uma acutilância daqui, uma ironia dali e uma dica do além... Ligue o som e passe por bons e espirituosos momentos...

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

VAI LÁ VAI… QUE ATÉ O BARACK OBAMA!

VAI LÁ VAI… QUE ATÉ O BARACK OBAMA!


I Have a Dream” Martin Luther King in 1963.


A América acreditou na vitória do bom senso perante o preconceito!

É o fim das cruzadas no Oriente!

Vamos deixar de pagar as guerras dos outros!

È uma nova alvorada para o Mundo, não uma nova ordem!

9 comentários:

Rosa Oliveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulo disse...

Que "bomba" (no bom sentido, claro!)!!

O aparecimento de um Homem negro na história da política dos E.U.A. é de facto algo novo.

E todos esperamos que traga uma lufada de ar fresco no ar carregado que este Planeta possui neste momento.

Um Abraço Cidadão!
Paulo Alves

Anónimo disse...

Caro/a cidadão/ã rosa oliveira, que o Menino Jesus ou o pai natal, conforme desejar, lhe traga muitas prendinhas no Natal que se aproxima e que os meninos e as meninas americanas saibam aproveitar esta lufada de ar fresco e esta onda, para, sim senhor, poderem dar lições ao mundo.
Quanto ao cidadão "camoniano", foi muito oportuno.
Mais um abração do cabo

Cidadão abt disse...

Acreditar é preciso... e acreditar também é ter fé! O cepticismo será concerteza, inversamente proporcional à esperança! Mais do mesmo? Não vale a pena... andamos todos a pagar, agora, as guerras que se iniciaram há uns anos atrás! E pelos vistos, os Americanos, e quando o Cidadão diz, os Americanos, quer referir-se ao povo, à carne para canhão, (e não aos governantes), estão saturados de guerras!Razão de votarem na mudança... e também é positivo que o mundo vá mudando de côr...É lindo ver a felicidade daquelas pessoas do Harlém ou de New Orleans, há que dar uma oportunidade aos outros para que possam mostrar o seu mérito e o seu valor!Não os vamos abafar, calar sufocar ou amordaçar! Vamos a ver se as prendinhas, de agora avante, deixam de ser bombas teleguiadas e projécteis perdidos! Porque será que, somente na governação dos Bush se incendiaram os conflitos mundiais? Foi o pai, foi o filho, só nos faltava agora, o espírito santo! Qual seria o móbil, as razões, os motivos que conduziram á tragédia do 11 de Setembro? E o porquê do embargo a Cuba? Porquê a insistência em Guantánamo? Foi isto alguma jura, alguma promessa ou algum castigo eterno? Ou serão os fantasmas do passado? Porquê o estarmos sempre dependentes das decisões dos governantes Americanos? Vai o Durão segurar na vela? Fazer como Dupont e Dumond? CHEGA! BASTA!é agora a oportunidade da mudança e com um homem que nos inspira confiança!Mas há um risco...de Barack Obama levar o mesmo destino de Luther King.. esperemos que isso não aconteça! Lá vem, novamente o Camões, feio e briguento, mas actualizadíssimo!

"Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.

Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades.

O tempo cobre o chão de verde manto,
Que já coberto foi de neve fria,
E em mim converte em choro o doce canto.

E, afora este mudar-se cada dia,
Outra mudança faz de mor espanto:
Que não se muda já como soía."

Luis Vaz de Camões.

Natais Felizes... até porque Natal significa, não só o Pai Natal, mas a harmonia, a concórdia, a paz, a reunião das famílias, o nascimento de uma nova vida, da vida de um mensageiro da Paz e da Concórdia,um revolucionário para a época em causa, perseguido e atraiçoado que se sacrificou por nós! Se não acreditarmos nisto,com uma interpretação materialista ou espiritualista, então, estaremos todos perdidos!
FELIZES NATAIS !

Maria Marques disse...

" I have a dream !"
Que o sonho de Martin Luther King tenha continuidade!
Que Obama não desiluda o Mundo!


Um abraço.
Maria

Rosa Oliveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cidadão abt disse...

Olhe cara Rosa Oliveira, semelhanças entre o Luther King e o Barack Obama, cá o Cidadão não encontra nenhumas! O Martin é mais escuro e o Obama mais claro, o primeiro tem bigode e o segundo...não! O Martin é mais digestivo, e o Obama mais atlético, o primeiro viveu e lutou nos anos sessenta e o segundo no século XXI! O Martin gritou bem alto:"I have a dream“(eu tive um sonho) e o Obama exclamou: Yes, we can”(sim, nós conseguimos) “you are ready for change”(vocês estão preparados para a mudança)"I ask you to believe, to believe in yourselves, believe in each other. If we believe we cannot fail"(Eu peço-vos que acreditem, acreditem em vós próprios, que acreditem uns nos outros. Se acreditarmos, não falharemos).
O primeiro foi abatido a tiro e o segundo, ainda não!
Semelhanças? Nenhumas!! A não ser que... o segundo esteja a concretizar o sonho do primeiro, com o apoio do voto maioritário do povo Americano e ao que parece, também com o aval do mundo!

Rosa Oliveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria Marques disse...

Momentos de boa disposição são bem vindos.

Maria