.

.

Este militante anti-cinzentista adverte que o blogue poderá conter textos ou imagens socialmente chocantes, pelo que a sua execução incomodará algumas mentalidades mais conservadoras ou sensíveis, não pretendendo pactuar com o padronizado, correndo o risco de se tornar de difícil assimilação e aceitação para alguns leitores! Se isso ocorrer, então estará a alcançar os seus objectivos, agitando consciências acomodadas, automatizadas, adormecidas... ou anestesiadas por fórmulas e conceitos preconcebidos. Embora parte dos seus artigos possam "condimenta-se" com alguma "gíria", não confundirá "liberdade com libertinagem de expressão" no principio de que "a nossa liberdade termina onde começa a dos outros".(K.Marx). Apresentará o conteúdo dos seus posts de modo satírico, irónico, sarcástico e por vezes corrosivo, ou profundo e reflexivo, pausadamente, daí o insistente uso de reticências, para que no termo das suas análises, os ciberleitores olhem o mundo de uma maneira um pouco diferente... e tendam a "deixá-lo um bocadinho melhor do que o encontraram" (B.Powell).Na coluna à esquerda, o ciberleitor encontrará uma lista de blogues a consultar, abrangendo distintas correntes político-partidárias ou sociais, o que não significará a conotação ou a "rotulagem" do Cidadão com alguma delas... mas somente o enriquecimento com a sua abertura e análise às diferenciadas ideias e opiniões, porquanto os mesmos abordam temas pertinentes, actuais e válidos para todos nós, dando especial atenção aos "nossos" blogues autóctones. Uma acutilância daqui, uma ironia dali e uma dica do além... Ligue o som e passe por bons e espirituosos momentos...

quarta-feira, 11 de março de 2009

ORA GAITA!


ORA GAITA!




O Cidadão abt disse:



Açude insuflável, lulus urinando na relvinha á beira Tejo plantada, muros do Castelo em queda livre, campo de vólei em maré baixa, cromeleque ostensivo, ossadas a arejar, um ringue para ganzas e cocós, sarjetas engasgadas, micro selvas africanas... ratos cobras e lagartos…


Estaremos...perante um urbanismo Criativo da tal... "Aldeia Global?"


Não deveremos comparar estas disfunções á convivência de uma aldeia, pois acabamos por depreciar a pureza e genuinidade das populações locais, integradas num modo de vida próprio, conforme ao ambiente e ecossistema envolventes.

A propósito, hoje, cá o Cidadão está mui lisonjeado porquanto, do seu receptáculo de correio, retirou uma brochura-mensagem personalizada e tripartida, de determinada candidatura ao município cujo intróito reza assim:



"Cara Cidadã e Caro Cidadão”


blá,blá,blá,(...) blá,blá,blá,(...) blá,blá,blá,(...) blá,blá,blá,(...)



???"Caro Cidadão"??? !!! Ehhh... Lááá!

O que este rapaz quer de melhor???



Como é que, após quatro anos, terão localizado a morada cá do Cidadão? È um bocadinho chato, sim senhores, não se lembrarem de escrever também á Companheira do Cidadão…



Ficaria… um pouco mais ou menos com esta introdução:


Caro Cidadão & Companheira”.



…Teria outro charme!



Segue-se:



“Conto consigo!”


Sem dúvida… O quê? Ainda mais?!

Não chega a catréfada de taxas, tarifas, contribuições e impostos com que já contam estes amigalhaços?



Estão a ver como agora e sempre contaram cá com o Cidadão?

Porque carga d’água é que o ciberamigo Aqui-Ali-Acolá, não arranjou um nome mais acessível de se escrever??? Assim vai ser difícil dirigir-lhe um folheto personalizado!



“consigo



pollist- a verificação de palavras.



Ora gaita!

Isto era para ter sido publicado em formato de comentário e não como post, mas que já está… já está! Prontos!



imagem extraída do blogue “Aqui-Ali-Acolá”

3 comentários:

Lucinha disse...

aiai estava escutando a musica de seu blog... rsrs nunca havia escutado essa.. Bom mas vim aqui agrader seu beijinho tá rsrsrsr e deixar meu carinho a vc...Espero voltar mais vzs.. se me permitir... e convido a vc a me visitar tb... beijinhos

Aqui - Ali - Acolá disse...

No pouco se diz tudo:

Uma Aldeia Global que se está a criar
num tom depreciativo onde coisas sem graça, mas com graça, vão aparecendo aos olhos de quem tem olhos p'ra ver!

Há aqueles que não vêem porque não querem, outros porque vêem para rir, outros para lamentar e aqueles que vêem e passam ao lado.

Na moda Arqueológica em que estamos vivendo actualmente vale tudo.
Já vi castelos sem graça, ruas perdidas na desgraça, casas ao tempo ruindo, jardins florindo sem flores, desprezo da natureza e por tudo isto tenho que pagar (desembolsar e bem) sem fazer mal a ninguém.

Ah, também já vi folhetos personalizados mas cujas imagens fictícias enganam o transeunte que aos locais se dirige ao ver o nu artístico dessa personalização nada vê, é só publicidade.

Nu artístico foi o que eu disse?
Ó Pá aguenta aí que a história é outra.

Isto de nu artístico foi um sonho que eu tive, agora me lembro, pois quando acordei fui logo a correr para debaixo do chuveiro porque o calor era demais.

Depois de eu refrescar a memória eu lhe respondo amigo Cidadão abt!

Este meu nome Aqui - Ali - Acolá foi estudado afincadamente para que ele fosse de encontro ao que o próprio nome indica:

Aqui (num lugar onde existe muita coisa para explorar).

Ali (outras coisas diferentes existem desconhecidas para dar a conhecer).

Acolá (há de tudo, é como na Farmácia)!..

Determina-se desta explicação expansiva que:

Então este nome Aqui - Ali - Acolá não está mesmo a matar?

Até já pensei em registá-lo para que a patente seja uma exclusividade minha e só minha, tal como o outro dizia:

Só eu vivo só, sozinho, sem ter ninguém, etc., etc..

E como agora já é tarde, Aqui me vou deitar porque o João Pestana está a apertar, mas como estou de pantufas, barulho não o farei, botas, botas só para uma nova caminhada para ver se descubro por aí algum jazigo de múmia dourada nas cavernas das ossadas, por lá algo haverá de valor, nem que seja um cano podre de ferrugem com mais de 50 anos de idade coisa de valor para a Aldeia (arre que é burro) para a cidade arqueológica..

Fotos e outras coisas mais, sirva-se à vontade amigo, pois o manjar é delicioso.

Inté com novo dia de sol..

Cidadão abt disse...

Ôi Lucinha, cá o Cidadão ficou transando seu blôguinho, no entanto os temas em que se movimenta são um pouquito diferentes desses que está pégando o sentimentau!
Não conhecia a Deolinda? A paixão cá do Cidadão, apresentada pela Companheira!
Pois é, no Brasil é meimso Bossa-Nova pá québrá e Samba prá desbundá!
LOL!LOL!
Cá o Cidadão sabe escrever em Português do Brasil... ou... deu raia?
Com Ciberamizade:
Tchau, e mande sempre!
Váleu?