.

.

Este militante anti-cinzentista adverte que o blogue poderá conter textos ou imagens socialmente chocantes, pelo que a sua execução incomodará algumas mentalidades mais conservadoras ou sensíveis, não pretendendo pactuar com o padronizado, correndo o risco de se tornar de difícil assimilação e aceitação para alguns leitores! Se isso ocorrer, então estará a alcançar os seus objectivos, agitando consciências acomodadas, automatizadas, adormecidas... ou anestesiadas por fórmulas e conceitos preconcebidos. Embora parte dos seus artigos possam "condimenta-se" com alguma "gíria", não confundirá "liberdade com libertinagem de expressão" no principio de que "a nossa liberdade termina onde começa a dos outros".(K.Marx). Apresentará o conteúdo dos seus posts de modo satírico, irónico, sarcástico e por vezes corrosivo, ou profundo e reflexivo, pausadamente, daí o insistente uso de reticências, para que no termo das suas análises, os ciberleitores olhem o mundo de uma maneira um pouco diferente... e tendam a "deixá-lo um bocadinho melhor do que o encontraram" (B.Powell).Na coluna à esquerda, o ciberleitor encontrará uma lista de blogues a consultar, abrangendo distintas correntes político-partidárias ou sociais, o que não significará a conotação ou a "rotulagem" do Cidadão com alguma delas... mas somente o enriquecimento com a sua abertura e análise às diferenciadas ideias e opiniões, porquanto os mesmos abordam temas pertinentes, actuais e válidos para todos nós, dando especial atenção aos "nossos" blogues autóctones. Uma acutilância daqui, uma ironia dali e uma dica do além... Ligue o som e passe por bons e espirituosos momentos...

terça-feira, 5 de maio de 2009

POST-SCRIPTUM







POST-SCRIPTUM

Ao consultar o correio electrónico, cá o Cidadão deu com isto… È indecente! Alguém lhe andou a atafulhar a “caixinha” com estas fotos! Isto não se faz… será um complemento aos dois post anteriores, de sua graça MISTÉRIOS DE TUBUCCI e A CAMINHO DE VALE DE ZEBRINHO

Para esta, assim redigiram:

“Na rua da Cerâmica, em São Miguel do Rio Torto”



Para a sequência seguinte, apenas um pedido de publicação, sem comentários de maior:











Está quase… está quase… já se vai dando o aparelho…



12 comentários:

MGHORTA disse...

Olá amigo Cidadão,

Estou deveras maravilhado de ver e rever caminhos por mim antes caminhados, estou sem palavras e com lágrimas nos olhos de ver estas imagens.

Estou a teclar estas letras porque devia ter mais que teclar, mas desde agradecer sua companhia nos meus estupidos espaços, quando não temos que fazer, escrevemos estupidagem, falo por mim.

Agora amigo, se eu rapinar todas estas imagens da minha infância, fazer um slide para que você coloque no seu espaço, leva a mal?

Fico contente por três anos de virtual ter encontrado um amigo da minha terra.

Muito obrigado pelos seus comentários.

Martinho Horta

Aqui - Ali - Acolá disse...

Ora bem:

O progresso é isto mesmo, e dar vivas a si com fotos tão lindas e progressivas é uma honra amigo!..

Então não acha que a progressão merece um valor a quem a divulga?

Ó meu Caro cidadão abt, se assim é, Aleluia, pois o progresso é assim mesmo, e quando se reconhece alguém que tem valor e sabedoria, é sinal de que as pessoas não andam a dormir e sabem dar valor a quem o tem.

Quanto ao está quase pois já se vai dando o aparelho, os praticantes de parapente que se preparem pois ali tem um bom local para um lançamento na atmosfera e nela vaguearem docemente para lá de cima apreciarem as canoas que se banham na bacia do famoso açude e fazerem umas filmagens lá de cima ou baterem umas belas fotos.

Haja progresso que a tristeza não passa, não acha?

Saúde e força na tecla sempre..

Cidadão abt disse...

Mister MGHORTA.Se faz referência ao troço São Facundo V.S. Barrada, tome lá cuidado porque com o pavimento assim o mais que poderá conseguir é torcer um artelho ou arranjar uma rotura de ligamentos no peito de um pé!
Veja lá as horas que tem neste momento?
Ah!
O relógio está em disfunção à hora certa? Prontos...temos a explicação! Essas lágrimas são causadas pela cebola! Quanto aos nossos espaços na blogosfera... são como as cartas de amor... ridículos!

Deixe-se dessas lamentações porque o muro situa-se algures entre Israel e a Palestina...
O facto de cobiçar as imagens do Cidadão, torna-se para este um motivo de orgulho, quiçá um elogio! Se bem repara, elas são botadas na net sem qualquer rótulo restritivo... portanto o princípio deste praça será mesmo... o partilhar!
No entanto será agradável receber uma palavrinha do people que as saca! É uma recompensa, um feed-back pelo nosso "trabalho"! Essa cena marada de construir um slide-shou é que sai dos domínios cá do rapaz, porque não nasceu para isto das virtualidades informáticas!!!! Quanto à proposta... força na vêrga!
Por acaso, as deste post até foram oferecidas por alguém que o Cidadão não identificará por uma questão de privacidade e sigilo pessoal e nesse contexto, é leal e não "vende" os amigos à Blógus-Dei!
O facto de ter encontrado um amigo da sua terra só passados três anos de virtual... revela uma falta de solidariedade blogosférica...
Solidariedade é uma vertente que o Cidadão preza, até prova em contrário, independentemente dos nossos princípios activos!
Com certeza que de futuro, iremos trocando mais galhardetes!

Cidadão abt disse...

Caro Aqui-Ali-Acolá! Cá o Cidadão ficou a ánhar com aquelas cenas da rotunda do alto do Santo António!
Entretanto, devido ás azafamas, também não houve tempo para esmiuçar o post, mas a coisa está a apontar para o Céu!
Os mouros são tementes a Alá!
Logo, Céu está associado a Alá e aos mouros!
Logo os mouros sofrem influencia de Céu!
Oh! Maria santíssima!
Hoje o Cidadão esqueceu-se de tomar os ansiolíticos! Sabe... aproxima-se aquele fatídico dia...
O das autárquicas?!
Oh! Ainda não!
O dia de pagar a factura das seis tarifas, duas taxas e um IVA Municipalizados... até 11 de Maio!
Ora progredir naquela autopista? Até um Panzer terá as suas dificuldades e partir uma lagartinha!!!
Como cerca de 60% do suor cá do Cidadão reverte para impostos e seus afins, até o aparelho o incomoda!
Aquilo será zarcão para a "coisa" não enferrujar?
Os Ìcaros até poderão ter problemas em transpor aquele obstáculo!
Há que puxar a manche atrás e executar por ali um loooopiiiiing!
Oh! Pá! Não é que o corrector de palavras não aceita "Ìcaros"? Diz que é "Ácaros"!
Segundo consta ultimamente, alguns canoístas têm evitado aquelas flutuações... dizem que têm companhia...
Quanto ás estradas municipais que servem as populações de Barrada, Vale de Zebrinho e São Facundo, apesar da degradação e estado deplorável que foram atingindo ano após ano, com remendos de tapar o Sol com a peneira, não tiveram a mínima prioridade face ao "monumento" com um irrisório tempo de concretização!
Poder-se-à concluir que Portugal é Abrantes e o resto são paisagens! Mesmo assim a tal aldeia...
Pois, lá está! As populações rurais acabam por vir habitar em Abrantes devido à impraticabilidade dos acessos ás suas aldeias e assim já não estranham a adaptação!
Isto por arrasto, e dito com o devido respeito e salvaguarda da dignidade dessas pessoas, bem entenda-se!

Anónimo disse...

Se a memória não me atraiçoa, nas últimas eleições o PS ganhou essa freguesia à míngua e por uma unha negra.
Quer mais explicações?

Um Prof.

Cidadão abt disse...

Queiram desculpar, caros comentadores,
mas por maiores razões que possais ter, nesta caixa de pirolitos cá o Cidadão jamais publicará comentários que contenham calão, tal como o é anunciado no intróito.
De entre outras óbvias razões, porque não quer perder o público feminino que tanto preza e estima!
De resto, sejam bem-vindos!

Subscreve-se mui respeitosamente:

P'lo Cidadão abt.

Anónimo disse...

Aí por Abrantes ainda há disso?
Que miséria.
Consta que o homem se quer candidatar ás Europeias, não é verdade?
Reúne as condições desejadas, sem dúvida há que reformar!

Artur :)

MGHORTA disse...

Cidadão,

O amigo usa uma linguagem textualmente ciber, coisa que eu não domino muito bem, porque só tirei a 4ª, e a experiência neste mundo virtual, tem só 5 anos, foi desde que tive um acidente que me deixou paraplégico.

Mas adiante, aquela estrada de S.Facundo para a Barrada até está muito boa, porque já a fiz a pé e era só poças, nem alcatrão tinha. O que se nota naquelas falhas, não é buracos, é somente efeitos para os condutores não adormecerem.

Tem devras por este espaço ciber muita cebola, porque sem querer, tropeçamos aqui e acolá em posts que nos fazem tocar, a menos que sejamos feitos de ferro.

Em tempos tive por aí, no Orkut, um amigo filho da terra, mesmo do Rossio, e ficou até em me conseguir fotos antigas e fotos actuais, tanto de Abrantes e do Rossio, só que esse tal amigo deu tampa, um dia disse-me que me levar umas fotos à minha sobrinha, e até hoje, nem fotos nem amigo.

Depois tentei por outros lados procurar, este mundo tem muitas ferramentas e sites onde procurar, mas tem muitas originais que aqui não aparece.

O slide que fiz para o meu espaço, rapinei da blogosfera, tenho muitas mais, só que não carrego porque torna abertura da página muito mais lenta.

Certamente que iremos trocar dados e elementos, algo que esteja ao meu alcance, não trave, acelere e peça, evite é os buracos da estrada, e vote certo, voto ao lado pode dar em desatre novamente.

Um abraço amigo

Martinho

MGHORTA disse...

Consta que nem só por essas bandas isso acontece, por todo o país se nota um buraco grande, aliás, buracão.

Mas vejamos agora pelas eleições, as promessas e os factos.

Cidadão abt disse...

Após várias tentativas frustradas falhadas de visitar a caixinha dos pirolitos de MGHORTA, cá o Cidadão resolveu enviar-lhe o e-mail que aqui apresenta,isto no dia 8 de Maio cerca das 21h30 e que despoletou os dois últimos comentários do nosso amigo MGHORTA.

"Caro cibercamarada MG HORTA. Andava por aqui o Cidadão a bisbilhotar nos seus blogues bastante mais ao pormenor do que era costume, posto que até ao momento os achou interessantes e engraçados tendo linkado três deles, quando lhe assaltou o pormenor.
“um pé na frente e outro atrás…” apercebendo-se tardiamente do que já se deveria ter
apercebido. Sabe que isto é sempre a aviar e há os tais pormenores que escapam.
Recordou-se da primeiro parágrafo da resposta dada ao seu comentário inserido no “Post Scriptum” e logo pensou para si próprio “BURRO”, acabaste de cometer um grande disparate!
Sabe o amigo que em sentido irónico cá o Cidadão nunca o escreveria!
Depois aquele artigo dos primeiros, “Carlos Frazão, um Homem sentado” tocaram bem fundo cá na alma.
Portanto, vai daqui um pedido das mais sinceras desculpas!
Com consideração e respeito.

MGHORTA disse...

Bom dia Cidadão,

Cá o mghorta não tem nada de especial na caixa pirolética, é um simples cidadão que tenta matar o tempo, antes que o tempo o mate a ele.

Entendi a sua intenção de pedido de desculpas, são aceites, mas não vejo em que aspecto o amigo cidadão ABT precise de o pedir, dado que seu comentário e a sua viagem ao meu espaço é sempre benvindo e seus comentário assentam que nem um luva.

Pois cá esta praça cibernauta nasceu aos 23 Maio de 55 no Rossio ao Sul do Tejo de uma familia pobre, meu pai era ferroviário e minha doméstica, ele já foi para a terra dos no regressados, minha mãe continua fina mas com muitos problema dado à idade, ainda teima morar no Rossio quando podia estar na casa de meus irmãos em Lisboa, dado que eu sou divorciado e nem tenho condições (paraplégico) para a ter em minha casa. Tenho mais dois irmãos e duas irmãs, sobrinhos,perdi a contagem no tempo, sou um triste sózinho aqui neste pequeno espaço onde vivo, não importa, tenho os amigos cibernautas e os que me rodeiam, são poucos mas bons.

Foi um pouco e talvez a resposta à sua observação,(Após várias tentativas frustradas falhadas de visitar a caixinha dos pirolitos de MGHORTA).

Fico contente por ter atenção cá pelo mangelas, e faço votos sinceros de êxitos e sucessos consecutivos em sua vida.

Um abraço amigo.

martinho

Cidadão abt disse...

Caro MGHORTA.
Reside em nós, um diferencial na descodificação de mensagem.
“Caixa dos pirolitos” cá para o rapaz, significa, literalmente, “caixa de comentários”, vocabulário este, frequentemente utilizado no sentido de dar um pouco de “salero” aos escritos, induzindo as Endorfinas que se encontram alojadas algures nos nossos hipotálamos, conforme o poderá constatar em ancestrais secas que este praça bitáitou noutras ocasiões!

Vide “Princípius Activus” uma cena bué da marada com que o Cidadão atentou os juízos ás hostes!

Portantos, para o efeito,"vide" não significará o David, ou seja aquele que está com o produto final da vide, nem muito menos a aldeia num sopé da Serra da Estrela, pois no outro sopé habita a Guarda! Não, não é a Guarda Nacional Republicana… é a City!

Com cenas destas, a tal de Endorfina expande-se por nós produzindo um efeito altamente curtido!
Logo dispensamos as morfinas que segundo dizem os entendidos, serão primas afastadas das cocaínas, etc, etc,etc!

Ora bem, é em busca desse endorfónico efeito que leva cá o Cidadão a curtir as cenas postadas nos blogues made in MGHORTA com efeitos altamente retroactivos!!!

Com uma palmada Dreed.

“CLAP!” *** “CLAP!”