.

.

Este militante anti-cinzentista adverte que o blogue poderá conter textos ou imagens socialmente chocantes, pelo que a sua execução incomodará algumas mentalidades mais conservadoras ou sensíveis, não pretendendo pactuar com o padronizado, correndo o risco de se tornar de difícil assimilação e aceitação para alguns leitores! Se isso ocorrer, então estará a alcançar os seus objectivos, agitando consciências acomodadas, automatizadas, adormecidas... ou anestesiadas por fórmulas e conceitos preconcebidos. Embora parte dos seus artigos possam "condimenta-se" com alguma "gíria", não confundirá "liberdade com libertinagem de expressão" no principio de que "a nossa liberdade termina onde começa a dos outros".(K.Marx). Apresentará o conteúdo dos seus posts de modo satírico, irónico, sarcástico e por vezes corrosivo, ou profundo e reflexivo, pausadamente, daí o insistente uso de reticências, para que no termo das suas análises, os ciberleitores olhem o mundo de uma maneira um pouco diferente... e tendam a "deixá-lo um bocadinho melhor do que o encontraram" (B.Powell).Na coluna à esquerda, o ciberleitor encontrará uma lista de blogues a consultar, abrangendo distintas correntes político-partidárias ou sociais, o que não significará a conotação ou a "rotulagem" do Cidadão com alguma delas... mas somente o enriquecimento com a sua abertura e análise às diferenciadas ideias e opiniões, porquanto os mesmos abordam temas pertinentes, actuais e válidos para todos nós, dando especial atenção aos "nossos" blogues autóctones. Uma acutilância daqui, uma ironia dali e uma dica do além... Ligue o som e passe por bons e espirituosos momentos...

sábado, 4 de julho de 2009

OFERTA DE CONDOMÍNIO






OFERTA DE CONDOMÍNIO



Estava cá o Cidadão na margem Sul do Àquapólis, mais propriamente sentindo o marulhar das tágides águas junto aos Mourões, quando começou por ouvir um conversório assim p´ró estranho…

-Que achas daquele pilar mais alto?

-Estás doida? Depois como é que os gaiatos iam á vida?

Godofredo, decide-te por amor de Ícaro, senão ocupam-nos os lugares todos! Já reparaste na quantidade de casais que pairam por aqui?

-Jerúndia! Irra! Estás a tornar-te numa melga! Já deves andar outra vez com o raça da ovulação!

-E tú! E Tú! Olha por ti abaixo e repara lá bem se não te andam a cair as penas!



Adiante, outra discussão um pouco mais ou menos deste jeito…

-Então Jervásia, decide-te! Quando é que juntamos as palhinhas?

-Tem calma meu querido Vultão… sabes bem como o meu pai é…

-Topas ali o casalinho daquele pedregulho? Não tarda muito e esvoaça para o lote mais baixinho e nós ficamos a debicar nas unhas! Planamos para lá e prontos!

-Olha, toma cuidado com a minha família, não te esqueças que andas com uma neta dos Pernaltas, e já sabes como eles são!


Por detrás de um arbusto dos Mourões, ouvia-se este diálogo…

-Sabes querido, aquilo não é preciso pagar nada, temos a praia fluvial aos pés, iluminação nocturna á discrição… peixe que nunca mais acaba… olha que o sítio é bom!

-Vê lá!!! Toma cuidado, que quando a fartura é muita, até o pobre desconfia… ó Constantinopla, ainda mal pesas três quilos e já queres nidificar!

-Sim quero nidificar, pois… qual é o problema? Olha que o meu primo Marabú já se me quis atirar á garupa!

-O teu primo é mas é um grande Jubirú! Se o apanho a esvoaçar por cima de nós, parto-lhe o bico todo!


Noutro recanto, junto á Fonte dos Touros era assim…

-Clap,clap,clap,clap,clap(…)clap,clap,clap,clap,clap (...)clap,clap,clap,clap,clap(…)clap,clap,clap,clap,clap

clap,clap,clap,clap,clap(…)(!!!!!!!)

-Pára com isso que me estás a irritar! Se é para continuares com o teu glotear, podes ir ter com outra, porque assim não dá! Depois como é que os miúdos dormiam?

-Não sabes que não tenho faringe???

-Não me interessa! Calas-te e pronto!

-Olha! Sabes o que és? És uma Garça! Uma grande Garça!

-Tú! Tú! Tú não me chames isso, está bem? Andas-me a provocar… vou-me a ti e depeno-te todo! Essas são umas Boieiras, sempre montadas no gado! Só sabem arrancar carrapatos e parasitas ás ovelhas ranhosas e ás vacas leiteiras! Aqui há dignidade e respeitinho, está bem? Eu sou uma Ciconiidae!

-Então e eu?! Ãh? Não sou um Storm ou quê?

-Pois pois, e ainda o dizes a bico cheio! Gostas é de papar rãs, cigarras, insectos, cobras e minhocas! Mas que porcaria! Achas que os nossos cegonhos iriam seguir a tua escola?


Ehhh lá! Há por aqui muito passarão… foi a conclusão que chegou cá o rapaz! Mas prosseguindo, agora junto á ponte ferroviária… mais um diálogo interessante:

-Deixa lá que ninguém nos vê e é tão bom!

-Não quero… não quero…e não quero!

-Anda lá! Só um bocadinho que até os bichinhos gostam…

-Olha que grito!

-Faz o jeitinho… tú, tú, tú!

-Já te disse! Primeiro o ninho e depois logo se verá! Sabes que sou uma Abdim e lá na minha terra há muito respeitinho!

-E eu sou um Epicopus!

-Lá que és um grande Epicopus já eu dei conta! Ainda agora viestes de lá! Julgas que não te topo o hálito, ou quê? Escolhe primeiro o lote ali daquela torre a zarcão, ajudo-te a levar para lá as palhas e depois nidificamos! Bem sabes que não sou nenhuma Ardeidae Vaqueira!


Entretanto, o Cidadão leu o anúncio que trazia para ali toda aquela avifauna!

Rezava assim:



OFERTA DE CONDOMÍNIO




Oferece-se espaço para construção de habitações em condomínio!

Local arejado, aprazível, soalheiro, livre de cheias e sobranceiro ás Barreiras do Tejo, com vista privilegiada para a encosta sul de Tubucci, junto a enorme espelho de água e praia fluvial a cerca de cem metros, possibilidade de abastecimento de peixe em lota gratuita a dois minutos de voo a jusante, permanente iluminação nocturna a cargo da edilidade, e voos alargados em rotas orientadas a Sul do continente!



Aproveite!



$ Cinco lotes para construção de moradias unifamiliares.

$ Dois lotes para construção de dois grupos de três moradias geminadas.

$ Um lote para construção de moradia bifamiliar!

Se é Cegonha e pretende nidificar, não desperdice esta derradeira oportunidade!




TUDO A CUSTO ZERO


veja o projecto!

13 comentários:

Cidadão abt disse...

Ò caraças! Esta fotomontagem deu um enorme trabalhão a concretizar!

Tramagalense disse...

Boas noites Cidadão

As suas publicações são tão originais, pela ironia, pelo conteúdo, pela extraornária forma de fazer a ligação entre o autor e quem o lê, que merece sem dúvida, a distinção do melhor blog de Abrantes e dos arredores. Os meus sinceros PARABÉNS.

Quanto aos casalinhos, seria mesmo ironico que estes fize-sem os seus ninhos no elemento escultorico. Sería de uma ironia extraordinária e ao mesmo tempo sería uma forma de complementar a obra de arte.

Os meus parabens, também, pelas fotografias, como pode ver a arte estimúla a arte e são duas boas fotos, as que tirou da Cidade Imaginária.

Saudações Tramagalenses

Cidadão abt disse...

Olá Luis Horta Ferreira!

Pode crer que cá o Cidadão abt até se esqueceu de ir visitar o seu "Tramagalense remodelado!

Aliás espreitou só por um bocadinho e pirou-se!

Que desconsideração, não acha?

Mas foi por uma bôa causa,e sabe porquê?
Sabe?
Sabe?
Porque cá o Cidadão gosta mais da Filipa Mota do que gosta de si!

Eh! Eh!Eh!

Zarpou direitinho à SAT-Tramagal para assistir ao lançamento do terceiro álbum dos Hyubris e assim trouxe uma "Forja" para casa!
Foi um excelente espectáculo de som e imagem!
Cá o rapaz continua a achar que o público não está bem à altura pois fica-se um pouco estático no interactivar... mas prontos! Valeu mesmo a pena!
Quanto ao "monumento", o facto é que as cegonhas andam mesmo a rondá-lo à força toda!
Elas poisam ás dezenas nos Mourões, orientadas para lá e sobrevoam todo aquele espaço bastante interessadas!
Faz jeitos de que.
Por acaso o Cidadão foi surpreendido por elas mesmo junto e aos magotes na margem esquerda do Tejo, enquanto sacava algumas das fotos! Vai daí, até ao momento sem assunto pensado para um próximo post, este espírito teve um flash com já é hábito e zás! Toca de escrever a peça!
(Atenção que não os nomes próprios mas os nomes das famílias das cegonhas são verídicos das espécies, assim como o contexto alimentar, o ambiente entre elas, o ruído, e a monogamia, ou seja, mora aqui algo de cientificamente ornitológico).

???Aliás duas peças, porque há quem diga de este rapaz já é uma grande peça e ninguém está mal disposto junto dele! Embora quando toca a trabalho, também se queixem que é rigoroso e perfeccionista!
Uma coisa que o Cidadão detesta, é o ficar sem capacidade criativa e de imaginação!Depois com essa cena das cidades criativas e imaginárias corre-se o risco de se ficar com toda absorvida,logo a começar pela carteira, s'tá a ver?
Mas prontos este é mais para a reinação... por enquanto...

E com isto tudo vão sendo duas da madrugada!

Tchau! Tchau!

Katy disse...

Fabulástico, que é uma mistura da fábula com o fantástico1 Chorei a rir. Aliás o pessoal por aqui, chorou a rir! Há quem diga que você se esqueceu do flamingo.
É verdade, quem só o conheça da profissão não lhe adivinha essa capacidade criativa.Não me meto em politiquices por isso não participo mais vezes aqui, mas o que o pessoal diz e eu também, é que você tem feito muito boas intervenções como comentador, num safanão das consciências. Também já me disseram que finalmente andam a nivelar as tampas de esgotos nas estradas do Rossio, e que arranjaram a da passagem do combóio na Arrifana. Agora isso dos passeios para as pessoas andarem vai ser mais difícil, mas tem que começar a incomodar por algum lado e você tem muito jeito para isso.
Bjinhos.

Cidadão abt disse...

Olá Katy!

Que saudades!

o Flamingo é uma ave pertencente à família Phoenicopteridae dos Ciconiiformes, de bico encurvado e pernalta!
Veja bem o que diz!
E o mais grave é que o tipo veste rosa!
Acha que um passaroco assim... esquisito e com a mania de só comer algas e crustáceos pró finésse, sempre com uma pata no ar e outra no chão, se daria com este pagode?
O tipo no meio dos Jubirús... já reparou no que daria?
Era a desgraça completa!
E depois o cegonhal é muito macho e muito monogâmico!
Dois a três filhotes e chega!

!!!Ainda bem que há por aí alguém que vai reconhecendo os efeitos práticos das intervenções blogosféricas deste cidadão... e já vão três teclados de tanto escrever!

Obrigado, obrigado, e... muito obrigado!

B'jinhos t'bém para vossemecê!

Cabo disse...

Também quero meter a colher, sim senhor. Adorei ver o seu jogo passaral e coisa e tal. Não sabia que você tinha tanto geito para a jocosidade. Vejo que as suas mensagens me passam ao lado, muitas vezes, por eu não estar na mesma comarca. Não posso deixar de dar razão à sua apreciadora Katy. Qual Gil Vicente, qual Camões, qual "d'Azinhaga! Viva o cidadão abt e, já agora, a companheira recuperada.
Um abração amigo do Cabo.

Cidadão abt disse...

Ó amigo Cabo d'Azinhaga!

Depois de uma certa ausência, regressa inspirado!

Quer dizer que na sua comarca não há assim tanto passarão... se calhar nem um condomínio com esta envergadura!

Ah! Pois! A Companheira recuperada!

Sabe o amigo(!?) Cabo que a Companheira anda a dieta???
Foram ordens do senhor Doutor!
Durante uns tempos, há que abster-se de ler "as Crónicas de um Cidadão de Abrantes", para evitar rebentar pelas costuras... de tanto rir!
Queixa-se que foi a pior coisa que lhe poderiam ter receitado!

Obrigado pelos bitáites.

Aqui - Ali - Acolá disse...

Caro Cidadão abt.

Primeiro que tudo estão as Senhoras, vc aguente aí os pedantes porque não é tudo a dar-lhe medalhas a si e a patroa aí da casa ficar a ver navios ok?

Espero que a recuperação dela seja rápida e em beleza, essa coisa de ir à faca tem que se lhe diga, e olhe que hoje em dia os magarefes de humanos cortam a direito sem olharem para o bico da faca por isso, boa e óptima recuperação é o que mais interessa e desejo da minha parte para ela.

OFERTA DE CONDOMÍNIO HEIN:

Pois é, como se sabe, eis ali um lugar aprazível para uma boa estadia das espécies voadoras que bem vistas as coisas, nada lhes falta para terem uma boa casa e um lar feliz.

Água com fartura de borla, peixe à escolha conforma a época, (Tainha boa e da grossa no Verão, Barbo Bogas, Carpas no Inverno e durante o resto do ano outras espécies com fartura visto que, aquilo é um fartote de peixeirada à escolha.

Bom ambiente, uma paisagem de luxo com luz e cor de fazer inveja aos mais sisudos.

E tudo isto à borla, quem é que paga todo este luxo hoteleiro a esta Maralha Voadora?

Claro, nós cá estamos para pagar tudo isto.

Bem, mas para este cenário tão belo que a natureza nos dá vale a pena pagar né?

Já em temos que por lá andava nas pescarias, eu via estas espécies fazendo a sua casa de habitação em certos salgueiros mais altos e fechados que por lá existiam mas, era coisa rara devido a que certos intrusos bem cómodamente lá chegavam para lhes estragar a casinha que com tanto carinho era feita mas agora, muito alto pia a coisa porque lá de cima, a Jervásia o Vultão e outros tantos cantam de regalo porque ninguém lhes lá chega para os incomodar.

E ainda dizem mal das modernices, isto é obra e graça de Deus, cantam eles de contente porque aqui, não nos incomodam.

Um projecto bem idealizado que nunca ninguém supôs que fosse tão útil à concentração desta bicharada.

Então ainda querem museu mais lindo do que este?

Para quê investir num novo Bunker se já ali temos uma obra prima da natureza?

Ele há cada cegueta com ideias atrasadas que até nos faz impressão.

V.ª Ex.ª não acha que ali está um museu de qualidade inegualável e de tão simples originalidade da natureza que mete inveja a muita gente?

Cum Catano, ainda dizem que a natureza por ali é morta!..

É o progresso amigo, e não me venham dizer que cá pelas nossas bandas não temos coisas originais e de grande valor.

Um autêntico museu com espécies raras de natureza viva onde as aves em conjunto com a peixeirada e uma praia fluvial com campo de futebol etc., fazem a delícia da vista de qualquer transeunte excursionista é obra ok?

Rápidas melhoras da patroa aí da casa e vamos lá ver quando começa o ciclo pedonal.

Boa semana com sol..

Cidadão abt disse...

Ó Aqui-Ali-Acolá!

Você já reparou bem no que escreveu?

"hoje em dia os magarefes dos humanos cortam a direito se olharem para o bico da faca"

Xiça!Isso é de arrepiarrrr! Ainda bem que cá a Companheira se encontra a dieta na leitura deste blogue, senão lá se ia o Yin Yang p'ró galheiro!
Desequilibrava o Psico cá da cachopa e prontos! Estava o caldo entornado!

Obrigadão pelos votos de recuperação pois ela bem os merece, só que não seja por ter a pachorra de aturar as nóias cá do Cidadão vai para um quarto de século, aguentando-se sem nunca lhe ter posto as malas à porta de casa!E olhe que não deve ser fácil essa sina...não!
Só por esse facto já é admirável e uma valente, sim senhor!
S´tá visto que o amigo entende de escamosos... cá o rapaz numa ocasião, por terras Africanas em pleno snorklig, meteu-se com uma garoupa, da família do Cherne, chegou-lhe um pau aos queixos e... **TRAZ*"! Ficou só com o coto nas unhas!Veja se leu bem... uma demersal "garoupa" e não uma garota!
Daí em diante, tal como os olhos da bichana, também este rapaz ficou a olhar os escamosos com maus olhos...
Eh! Eh!
Ó Aqui-Ali-Acolá, para peixeirada não é necessário peixe, basta uma boa chinelada!Também é um tipicismo regional!
Ah! Futebol, esse desporto de massas!
Dêem campos de futebol à rapaziada se a querem ver feliz, entretida e realizada!Transformam-se todos em Cristianos Ronaldos...tesos
Essa será medida mais inteligente que uma autarquia ao encalço dos votos poderá tomar e que convém ser implementada perto das eleições!
Quanto ao "mostrengo", qual projecto de elefante branco, parece não se afeiçoar tão popular como o futebol. O povo começa a achar pouca graça ás decisões tomadas à sua revelia... É que está em causa o investimento dos dinheiros dos seus impostos...
À distância de um clik, com a sua capacidade de difusão global e mais eficaz que a imprensa ou o requerimento de gabinete, a "World Wide Web" tem dado um empurrão valente na democratização das ideias, das opiniões e consequentemente, "dos sistemas"! Na época que atravessamos, a Net será uma ferramenta imprescindível para todas as pessoas e sociedades!
Mais uma vez, muito obrigado pelos votos de melhoras à cara metade e mais que tudo deste mundo cá p'ró Cidadão!

Aqui - Ali - Acolá disse...

Caro Cidadão abt.

Ora bem, assim é que eu gosto de ver as pessoas falarem e dar valor a quem o merece, mai nada.

Quero dizer com isto apenas e só o seu reconhecimento pela sua esposa como vc aqui o demonstra na resposta ao meu comentário.

É que hoje em dia, muitos marmanjos que vegetam por este país (já para não falar no mundo), fazem da mulher um objecto de usar e deitar fora, coisa que para mim é de me pôr os cabelos em pé e o fígado quase a sair-me da boca.

Quanto aos Magarefes humanos, valha-nos ainda haver alguns bons para que possamos sobreviver aos cataclismos que a vida nos dá.

Os escamosos, coitados que tantos me passaram pelas mãos, ali naquele lugar entre pontes e fora delas tantos caíram na armadilha do anzol com o asticot, ás vezes até era mais por desporto chegando ao fim de uma pescaria lá dizia eu para eles:

Vá, vão lá à vossa vida que amanhã ou depois cá estarei de novo para lhes fazer uma visita, e vai daí, toca a virar a manga de boca para baixo e eles todos contentes lá iam numa velocidade tremenda para o fundo da sua casa.

No tempo das bogas, por lá se pode ver aqueles malvados Corvos Marinhos que se enfiam pela água dentro e levam tudo à frente, bichos malvados que quanto mais comem mais querem mas, quando se pode ter um a geito aí vai obra com uma sarrafada naquela mona que até berram que nem um chibo.

É saudável quando se pode ir até lá logo pela madrugada e ver nascer o sol apanhando a brisa fresca da manhã, fazer o pesqueiro e passar umas horas numa de desporto de pescaria.

Futebol agora é o que está a dar mas, só para alguns, nem todos se chamam cristianos que se dão ao luxo de estafarem 600 € diários a brincar ás meninas,

Já vi grandes impérios caírem depressa, oxalá que este não seja mais um.

Então vc meteu-se com uma garoupa e foi logo à paulada hein!..
Nada meigo não senhor, uma paulada assim é de ficar com os olhos trocados, os escamosos tem que ser tratados com delicadeza home, agora à paulada faz-me lembrar uma vez um artista que apareceu lá por detrás de mim com uma caçadeira aos tiros ao Muge que andava ao cimo de água e, cada tiro matava logo uns poucos de cada vez e a seguir o filho dele ia logo a correr apanha-los para uma saca.

Era tira e queda, mas isto foi real, quando ainda existiam lá salgueiros e nem nada de obras lá tinham começado.

Mas grandes cenas lá se passaram com grandes pescarias onde muito pessoal por ali parava a pescar coisa que agora é raro ver-se por lá alguém nisso, o peixe por ali agora é pouco, está muito sim da parte de baixo do açude que até se apanha à mão, ele é tanto que até batem com a cabeça nas pedras e ficam por ali meio apardalados da mona que se deixam apanhar, coisa que eu até me custa a ver derivado aquele monstro de cimento atravessado no rio que estragou tudo por ali e o peixe morre ás carradas.

É um símbolo cruel com a marca do Maioral cá da Aldeia que fica por ali sei lá até quando e sem benefício algum para a zona.

Bem, agora vou bater a outra freguesia deixando aqui mais uma vez os votos de boa e rápida recuperação da sua esposa.

Veja lá mas é se deixa de partir tantos teclados ok?

Será preciso fazer um especial em aço para vc teclar?

Resto de boa semana com paz e alegria é o que é preciso e força na tecla sempre...

Cidadão abt disse...

Caro Aqui-Ali-Acolá!

Do modo como cá o Cidadão descreveu o episódio do contacto imediato de terceiro grau com a dita cuja garoupa, realmente transparece a idéia de que este praça a tentou agredir... mas não. Veio a terra, apanhou o pauzito e meteu-se ao mar para o reencontro! Chegou-lho aos queixos, mas com suavidade, para ver como ela reagiria, e aí sim, deu-lhe uma trinca c'até cá o braço vibrou com o impacto!! Episódios destes, passaram-se éne com outros bicharocos, pois havia a mania de pegar neles e com eles todos! Uma ocasião até a trinca de um lagartão levou!
Foi um susto e pêras!
Apesar de nem sempre estas amizades terem sido correspondidas, cá o Cidadão é um sério defensor de que os bicharocos só fazem mal quando os humanos os chateiam, como foi o caso, ou por uma questão de sobrevivência! De resto, este praça é mesmo contra o maltratar dos animais!

Maria Marques disse...

Olá amigo cidadão!

Concordo perfeitamente com o amigo Tramagalense e creio que se irá sentir lisonjeado ...não posso dizer vaidoso porque a sua simplicidade não o permite.

Parabéns
Maria Marques

Cidadão abt disse...

Pois, Maria Marques:

A Mãe Natureza só por si, concerteza que mais cedo ou mais tarde ditará tal ironia...
Seria uma espécie de cereja em cima do bolo... o confronto entra a supremacia artística da natureza e a obra do homem!
Ora... repare bem na beleza tão singela daquela cegonha espreitando do seu ninho... em guarda ao fotógrafo!
Um flagrante capturado cá pelo Cidadão!
De resto, reconhecimento aceita-se, mas vaidades não!

Obrigado!